Conjuntivite Canina: Identifique, Trate e Previna em Seu Pet! Saiba tudo sobre essa doença ocular com sintomas e causas, e entenda como ela pode ser evitada e tratada de forma eficaz. Conheça os melhores cuidados e o Plano de Saúde Pet para garantir a sa

Conjuntivite Canina: Identifique

Conjuntivite Canina: saiba como identificar e tratar
Aprenda a identificar, tratar e prevenir a conjuntivite em cachorros, além de saber se ela é contagiosa para humanos e conferir os principais sintomas.

Por Andréia Regeni -
8 de dezembro de 2023

Conjuntivite Canina: saiba identificar no seu melhor amigo
Assim como nós, seres humanos, os cachorros também estão sujeitos a desenvolver enfermidades oculares. Neste artigo, vamos entender do que se trata a Conjuntivite Canina,  como prevenir e tratar a doença. Anteriormente na Pet: tudo sobre conjuntivite. 

O que é a conjuntivite em cachorro 
A conjuntivite em cachorro é uma enfermidade bastante comum entre os pets. Trata-se de uma inflamação da conjuntiva – membrana mucosa localizada na parte interna da pálpebra, que recobre a região branca dos olhos e tem como função a proteção. 
A conjuntivite costuma aparecer como sintoma de outra doença como cinomose, alergias, ceratoconjuntivite seca, entre outras. 
Conjuntivite em cachorro: Sintomas
Os sintomas da conjuntivite em cachorro são bastante desconfortáveis para os pets; eles podem surgir através de irritações leves nos olhos, que, inclusive, passam despercebidas muitas vezes pelos tutores. 
O cachorro também pode apresentar sintomas como piscadas em excesso, olhos avermelhados, secreção ocular – tanto cristalina como amarelada, inchaço, coceira, sensibilidade à luz e dor na região dos olhos. 
Anteriormente, falamos no nosso blog da Pet sobre olhos de cachorro lacrimejando – o que fazer? Releia  
Como identificar a Conjuntivite Canina?
Se você notar algum sintoma da enfermidade, leve o cachorro ao seu médico veterinário. O profissional poderá fazer o diagnóstico por meio de exame físico.
De acordo com a complexidade dos sintomas, o médico veterinário poderá encaminhar o pet ao oftalmologista veterinário para a realização de exames mais específicos, como o teste de Schirmer – conhecido como exame de lágrima, que ajuda a identificar se o cachorro está produzindo volume de lágrimas suficiente para lubrificação ocular; teste de fluoresceína, que identifica úlcera de córnea, e ainda outros exames, como o de cultura bacteriana, fundoscopia e biomicroscopia ocular, dentre outros.  

Conjuntivite Canina passa para humanos? 
A Conjuntivite Canina não é transmissível, nem para humanos, nem para outros pets, pois não se trata de uma doença infectocontagiosa. 
Confira as principais causas e transmissão
As causas da conjuntivite em cachorros podem ser diversas: 
Ressecamento ocular/ Ceratoconjuntivite Seca 
Uma das causas mais comuns da conjuntivite em cães; pode ser provocada pela falta de lubrificação dos olhos.
Poluição
A poluição do ar pode causar irritação nos olhos dos cachorros. Alguns pets são mais sensíveis e podem ter a saúde ocular afetada por este motivo.
Corpo estranho
A presença ou permanência de corpos estranhos nos olhos do cachorro, como poeira e outras sujeiras, muitas vezes adquiridas em ambientes externos, como na rua, durante o passeio, podem causar a irritação da conjuntiva.
Traumas
Quando o cachorro sofre alguma lesão na região dos olhos, é possível que a região da córnea e outras estruturas oculares sejam prejudicadas.
Bactérias ou fungos
Estas causas não costumam ser as mais comuns. Inflamações primárias causadas por bactérias em cachorros são raras, no entanto, podem ocorrer quando existem traumatismos, presença de um corpo estranho, ou pelo contato das patas nos olhos já inflamados. A rara causa por fungos pode se dar por motivos de trauma ou o uso prolongado de medicamentos. 
Doenças secundárias
Alergias, cinomose, leishmaniose, são enfermidades que afetam a imunidade do cachorro e tem como um dos sinais clínicos o desenvolvimento da Conjuntivite Canina. Tumores oculares também podem desencadear a enfermidade.

Conjuntivite Canina: Como tratar
Antes de tudo: não medique seu cachorro sem orientação médica prévia. O médico veterinário e o oftalmologista veterinário irão, após consulta e realização de exames, indicar o tratamento adequado para Conjuntivite Canina. 
Além de medicamentos, é essencial que se faça a limpeza ocular com produtos específicos, como soro fisiológico e gaze.
Dicas para evitar que o seu pet desenvolva
Mantenha a região ocular sempre limpa. Use produtos apropriados para a higienização do pet somente quando necessário, pois o excesso de limpeza e manipulação dessa região não é recomendado. Cuidados com os banhos, pois xampus nos olhos também podem causar conjuntivite, além de poderem também causar outras lesões oculares como úlceras de córnea. 
Monitore sinais de alergia do pet e evite que o cachorro tenha contato com produtos de limpeza e outros químicos. 
Procure fornecer um ambiente limpo para o dog, longe de poeira e sujeiras que possam prejudicar sua saúde.
Seja na Conjuntivite Canina ou em qualquer outra enfermidade, a Pet está sempre pronta para te auxiliar com o Plano de Saúde Pet!
Cuide bem do seu cachorro! Dê um up na rotina médica de seu pet e conheça nossas opções de Plano de Saúde Pet para tratar a Conjuntivite Canina e outros desconfortos.
A Pet te ajuda a encontrar os melhores médicos veterinários, clínicas e hospitais: conheça o nosso Plano de Saúde Pet – já somos o maior plano de saúde para pets do Brasil! Entenda como funciona e escolha hoje mesmo um plano que caiba no seu bolso! 

#conjuntivite #conjuntivite canina #conjuntivite em cachorros

Camillo Dantas

Camillo, redator apaixonado, especialista em criar conteúdos envolventes e impactantes para o site. Viaja e estuda incessantemente para produzir textos únicos, inspiradores e precisos.

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up