"Descubra se cachorro pode comer bacalhau e os cuidados necessários para oferecer com segurança - Páscoa e saúde do seu pet"

Cachorro pode comer bacalhau? Conheça os cuidados na hora de oferecer
Bastante presente na época de Páscoa e na Sexta-feira Santa, o bacalhau possui vários benefícios, mas é preciso ter cuidado na forma como oferecemos aos cães.

Por YesPets -
27 de março de 2024

O bacalhau é um dos peixes típicos da Sexta-feira Santa e, por estar presente na mesa de diversas casas, pode chamar a atenção dos cães. Muitos tutores não resistem à carinha de pidão do pet e logo querem oferecer o alimento, mas será que cachorro pode comer bacalhau? Confira todos os cuidados necessários neste post! 

Cachorro pode comer bacalhau?
Sim, cachorro pode comer bacalhau, mas é preciso ter cuidados na hora de oferecer o alimento, pois a forma como comemos não é segura para os pets. 
Esse peixe é uma ótima fonte de nutrientes para cães e gatos, mas se não for preparado com alguns cuidados, pode se tornar um grande problema, por conta dos espinhos e dos temperos tóxicos.
Lembrando que antes de oferecer um alimento novo para o seu cachorro, é indicado conversar com um médico-veterinário para que ele te oriente da melhor forma com base nas necessidades específicas do seu pet.
Bacalhau faz mal para cachorro?
O bacalhau pode fazer mal para cachorro caso seja preparado de maneira incorreta, ou seja, frito, temperado e com espinhos, já que tudo isso pode ser extremamente maléfico para o pet. 
Outro caso em que bacalhau pode fazer mal é se o seu pet for alérgico ao peixe. Por isso, se essa for a primeira vez que o cachorro vai comer esse alimento, é importante que o tutor fique atento. Caso note sinais de coceira, vermelhidão e inflamação na pele e quadros de vômito e diarreia, leve imediatamente o cão para um médico-veterinário. 
Se oferecido de maneira correta, esse peixe pode ser benéfico para o seu pet. Por isso, confira alguns dos benefícios do bacalhau para cachorro: 

Contém proteínas magras;
Rico em ácidos graxos (Ômega 3);
Auxilia na saúde da pele e dos pelos;
Alternativa saudável para cães alérgicos a proteínas da carne de frango ou carne bovina.

Como dar bacalhau para cachorro
Pode dar bacalhau para cachorro, mas para isso, é preciso ter alguns cuidados na hora dos preparativos. Confira como oferecer o peixe de maneira segura: 

Retire todas as espinhas do peixe;
Dessalgue o bacalhau;
Prepare no forno, a vapor ou grelhado;
Não tempere o bacalhau – nem com sal -, pois temperos podem intoxicar o pet;
Não ofereça o peixe cru para evitar salmonella ou listeria;
Não dê ao seu pet bacalhau frito ou empanado.

Em resumo, a forma mais simples é a mais segura – e não deixa de ser saborosa para o seu cachorro. 
A quantidade exata de bacalhau que o cachorro pode comer varia de acordo com seu porte, peso e outras características. Por isso, uma conversa com um médico-veterinário é importante para que ele avalie a melhor forma de introduzir o alimento na rotina alimentar do cão. 
Lembrando que o bacalhau, apesar de benéfico e seguro para cães, não pode ser a sua base alimentar, já que não é um alimento completo e balanceado como a ração. 
Cachorro pode comer bolinho de bacalhau?
O bolinho de bacalhau é um ótimo aperitivo para nós, mas está presente na lista de alimentos da Páscoa que podem fazer mal para o seu pet. Esse salgado é feito com ingredientes tóxicos para os cães, como é o caso da cebola e do alho, além do óleo e da farinha de trigo branca, que podem causar ganho de peso e problemas de digestão.
Se você quiser dar bolinho de bacalhau para o seu cachorro, o ideal é prepará-lo especialmente para o pet, ou seja, fazer uma receita sem temperos e utilizando farinha de trigo integral ou farinha de aveia. 
Lembrando que essa receita deve ser oferecida apenas em pequenas quantidades e como um petisco ocasional, não como uma parte regular da dieta do pet.
Perigos do bacalhau para o seu cão
Bacalhau não faz mal para cachorro, porém, como destacamos no texto, é preciso ter alguns cuidados na hora de oferecê-lo. Quando estamos na mesa com aquele bacalhau bem temperado, à disposição e com seu cheiro chamando atenção do pet, pode ser tentador oferecer um pedaço, né? Mas, como vimos, isso pode ser perigoso para ele. 
Tome cuidado na hora do preparo para que todos os espinhos do bacalhau sejam retirados, pois caso o pet engula, pode sofrer uma asfixia. Além disso, não ofereça o alimento cru, pois há risco de quadros de vômito, diarreia e contaminação com salmonella ou listeria. 
Alguns temperos também são grandes vilões que estão presentes no bacalhau que é servido para os humanos. Cebola e alho, por exemplo, podem causar intoxicação nos pets, pois o organismo deles não consegue metabolizar esses ingredientes. 
O bacalhau, além de sem espinhos e sem tempero, não pode conter óleo ou manteiga, já que esses ingredientes contêm muitas calorias e gorduras saturadas, que podem levar o cachorro a ter um ganho de peso e problemas de saúde.  

Proteja ainda mais o seu cachorro com o Plano de Saúde da Pet!
Na hora de proteger a saúde do seu cachorro, faz parte saber quais alimentos ele pode ou não comer. Mas além disso, o que também pode fazer parte dessa proteção é um plano de saúde pet, que auxilia nos cuidados de prevenção e em emergências. 
Por isso, aproveite para contratar hoje mesmo o Plano de Saúde da Pet para o seu cachorro. Tenha acesso a uma ampla rede credenciada com atendimento de qualidade e os serviços que o seu pet precisa para ficar protegido e com a saúde em dia! 

#bacalhau #cachorro #pascoa #peixe #Sexta-feira-santa

Camillo Dantas

Camillo, redator apaixonado, especialista em criar conteúdos envolventes e impactantes para o site. Viaja e estuda incessantemente para produzir textos únicos, inspiradores e precisos.

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up