Gato Persa passa por cirurgia após engolir 27 elásticos de cabelo: saiba como prevenir e cuidar do seu felino.

Gato Persa passa por cirurgia após engolir 27 elásticos de cabelo: saiba como prevenir e cuidar do seu felino.
índice
  1. Gato Persa engole 27 elásticos de cabelo e passa por cirurgia
    1. Por que os gatos comem objetos estranhos?
    2. Quais os riscos para o gato ao comer objetos estranhos?
  2. Prevenção é a melhor forma de evitar problemas
    1. O que fazer se o gato engolir um objeto estranho?
    2. Curiosidades sobre os gatos
    3. Dicas para manter seu gato saudável e seguro
    4. Conclusão

Gato Persa engole 27 elásticos de cabelo e passa por cirurgia

No dia 01 de setembro de 2022, um gato da raça Persa de três anos precisou passar por uma cirurgia de emergência após engolir 27 elásticos de cabelo. O caso ocorreu em Chapecó (SC) e tem chamado a atenção pela quantidade de objetos ingeridos pelo felino.

Segundo a médica-veterinária responsável pelo caso, o gato apresentava sintomas de vômito há 15 dias e também havia perdido peso, mesmo se alimentando normalmente. Após a realização de uma endoscopia, foi constatado que o pet tinha diversos elásticos de cabelo em seu interior, o que exigiu a realização de uma cirurgia para a remoção dos objetos.

O procedimento cirúrgico, realizado sob anestesia geral e monitorado por um médico-veterinário anestesista, durou cerca de 30 minutos e o gato teve alta no dia seguinte. Segundo os tutores, essa não foi a primeira vez que o felino demonstrou esse comportamento, mas como havia parado anteriormente, eles não imaginaram que o problema voltaria a ocorrer.

Por que os gatos comem objetos estranhos?

O hábito de ingerir objetos não comestíveis, como no caso do gato Persa que engoliu os elásticos de cabelo, pode ter diversas causas. Marina Rodrigues, médica-veterinária da Pet, explica que geralmente os gatos fazem isso por estarem entediados, estressados ou por simples curiosidade.

É importante lembrar que os gatos são animais muito ativos e precisam de estímulos adequados para gastar sua energia de forma saudável. Se não houver enriquecimento ambiental, o pet pode acabar buscando formas de se entreter, como comer objetos estranhos.

Além disso, a Síndrome de Pica também pode ser uma causa para esse comportamento. Nesses casos, é necessário um cuidado ainda maior para evitar que o pet ingira algo que possa prejudicar sua saúde.

Quais os riscos para o gato ao comer objetos estranhos?

Engolir objetos estranhos pode ser muito perigoso para os gatos, pois pode causar desconforto abdominal, vômitos e, em casos mais graves, perfuração das alças intestinais e obstrução intestinal.

Em casos de obstrução intestinal, o animal pode parar de se alimentar, o que leva ao emagrecimento. Por isso, é importante identificar o problema precocemente e tomar as medidas necessárias para evitar que o gato engula objetos estranhos.

Prevenção é a melhor forma de evitar problemas

Uma das formas mais eficazes de evitar que o gato coma objetos estranhos é investir em enriquecimento ambiental. Isso inclui disponibilizar brinquedos, arranhadores e prateleiras para que o felino possa gastar sua energia de forma saudável.

Outra dica importante é evitar deixar objetos pequenos, como elásticos, fios e linhas, pela casa, onde o gato possa ter acesso. Além disso, é fundamental supervisionar a brincadeira do pet para garantir que ele não ingira nada que possa fazer mal.

O que fazer se o gato engolir um objeto estranho?

Se você notar que seu gato engoliu um objeto estranho, não tente estimular o vômito ou medicar o animal por conta própria. O ideal é levá-lo ao médico-veterinário o quanto antes para que ele possa realizar exames e decidir a melhor forma de retirar o objeto.

Caso o objeto seja uma linha ou fio, não tente puxá-lo caso esteja saindo tanto pela boca quanto pelo ânus do gato. Isso pode machucar o animal. Nesses casos, é importante levar o felino ao veterinário para que ele possa realizar a retirada do objeto de forma adequada.

Curiosidades sobre os gatos

  • Os gatos são animais extremamente ágeis e flexíveis, o que facilita sua capacidade de engolir objetos pequenos;
  • Os felinos também possuem um sistema digestivo curto, o que faz com que os objetos ingeridos passem mais rapidamente pelo trato intestinal;
  • A Síndrome de Pica é mais comum em gatos que vivem em ambientes monótonos, sem estímulos adequados;
  • Alguns objetos estranhos mais comuns de serem encontrados no estômago dos gatos são elásticos, fios, linhas, fitas e pedaços de plástico;
  • Os gatos são animais muito curiosos e podem se interessar por objetos brilhantes, coloridos ou que emitam sons, o que pode levá-los a ingerir esses objetos.

Dicas para manter seu gato saudável e seguro

Além de investir em enriquecimento ambiental e supervisionar a brincadeira do seu gato, é importante realizar consultas periódicas ao médico-veterinário. Isso ajudará a identificar qualquer problema de saúde precocemente, incluindo a Síndrome de Pica.

Além disso, é fundamental manter a casa segura para o seu pet. Isso inclui guardar objetos pequenos, fios e linhas em locais onde o gato não tenha acesso e evitar deixar alimentos ou plantas tóxicas ao alcance do animal.

Também é importante manter a rotina de vacinação e vermifugação em dia, além de garantir uma alimentação adequada e de qualidade para o seu gato.

Conclusão

O caso do gato Persa que engoliu 27 elásticos de cabelo serve como um alerta para todos os tutores de gatos. É importante estar atento ao comportamento do animal e garantir que ele tenha estímulos adequados para evitar que coma objetos estranhos. Caso isso aconteça, é fundamental procurar ajuda médica o quanto antes para evitar complicações graves para a saúde do felino.

Investir em enriquecimento ambiental e manter a casa segura são medidas fundamentais para garantir o bem-estar e a saúde do seu gato. Além disso, realizar consultas periódicas ao médico-veterinário e manter a rotina de vacinação e vermifugação em dia são essenciais para prevenir problemas de saúde.

Lembre-se sempre de que o bem-estar do seu gato depende de cuidados e atenção. Cuide bem do seu pet e garanta que ele tenha uma vida longa e saudável ao seu lado!

Camillo Dantas

Camillo, redator apaixonado, especialista em criar conteúdos envolventes e impactantes para o site. Viaja e estuda incessantemente para produzir textos únicos, inspiradores e precisos.

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up