Gato angorá: tudo sobre saúde, características físicas e curiosidades

Gato angorá: tudo sobre saúde
índice
  1. Gato angorá: saúde e características físicas
    1. A história do gato angorá
    2. Características físicas do gato angorá
    3. A saúde do gato angorá
    4. 10 perguntas e respostas sobre o gato angorá
    5. Dicas interessantes sobre o gato angorá

Gato angorá: saúde e características físicas

Muita gente quando vê um gatinho peludo acredita que ele seja da raça angorá. Verdade é que os gatos angorás são raros aqui no Brasil e em boa parte do mundo. O angorá turco costuma ser um pet muito apegado aos seus humanos. Devotado, ele costuma segui-los por toda casa. Considerada uma das raças mais antigas do mundo, foi ela quem deu origem a outros gatos domésticos hoje muito populares, como os persas.

A história do gato angorá

O gato angorá existe desde o século XV. Na época, tratava-se de um tipo de felino totalmente branco de pelo bastante comprido. Não se sabe ao certo se este pet foi realmente criado primeiramente na Turquia, apesar de seu nome. Sabe-se que por muito tempo o gato angorá foi considerado um símbolo de sorte e riqueza, sendo muito popular e desejado entre os mais afortunados. Porém, com o passar dos anos, a raça quase desapareceu devido a diversas misturas com outros gatos.

No século XX, amantes da raça se uniram a fim de resgatar e preservar as principais características destes felinos: pelagem longa e totalmente branca. Isso deu certo, porém os olhos de cores diferentes – que antes eram considerados sinônimo de pureza da raça -, foram deixados de lado nesta criação.

Características físicas do gato angorá

Com cabeça triangular mais larga do que dos siameses originais, o gato angorá chama atenção por seu focinho longo e bem marcado. As orelhas do angorá são bem grandes e pontiagudas, o que faz com que tenham uma ótima audição. Seu porte é considerado médio, podendo chegar aos seis quilos quando adulto.

Sua pelagem longa é uma das principais características da raça, podendo ser de diversas cores, como azul, preto ou bicolores. Além disso, fêmeas tricolores e “escama de tartaruga” também são oficialmente aceitas. Diferentemente do que muitos podem pensar, o angorá turco não possui subpelo, o que facilita a manutenção de sua pelagem por ser menor as chances de formação de nós.

A saúde do gato angorá

O gato angorá, quando bem tratado, pode chegar aos 18 anos de idade. Apesar da raça ser predisposta a problemas cardíacos como a cardiomiopatia hipertrófica (que deixa o coração mais “musculoso”, dificultando o bombeamento de sangue para o corpo) e neurológicos, como ataxia (falta de coordenação), eles costumam ter uma boa saúde.

Por conta de um gene dos gatos, exemplares totalmente brancos e olhos azuis podem nascer surdos. No entanto, essa não é uma característica específica da raça, mas sim de todos os felinos domésticos.

Assim que adquirir seu filhote de angorá turco, peça a orientação de um médico veterinário para saber como cuidar dele da melhor forma possível. Oferecendo uma alimentação de qualidade, mantendo seu pet dentro de casa para evitar acidentes e seguindo o protocolo vacinal sugerido pelo profissional de sua confiança, ele certamente levará uma boa vida ao seu lado.

10 perguntas e respostas sobre o gato angorá

  • 1. De onde surgiu o gato angorá?
  • O gato angorá surgiu na Turquia, porém sua origem exata ainda é incerta.

  • 2. Por que a raça quase desapareceu?
  • Devido às diversas misturas com outros gatos, a raça quase desapareceu no século XX.

  • 3. Como é a pelagem do gato angorá?
  • A pelagem do gato angorá é longa e pode ser de diversas cores, como azul, preto ou bicolores.

  • 4. O angorá turco é um gato de porte grande ou pequeno?
  • O angorá turco é considerado um gato de porte médio, podendo chegar aos seis quilos quando adulto.

  • 5. Quais são as principais características físicas do gato angorá?
  • O gato angorá tem uma cabeça triangular larga, focinho longo e bem marcado, orelhas grandes e pontiagudas e uma pelagem longa e exuberante.

  • 6. O angorá turco é uma raça de gato agitada?
  • Não, o angorá turco é um gato calmo e tranquilo.

  • 7. Quais são os problemas de saúde mais comuns em gatos angorás?
  • A raça é predisposta a problemas cardíacos e neurológicos, como a cardiomiopatia hipertrófica e ataxia.

  • 8. O gato angorá é uma raça rara no Brasil?
  • Sim, os gatos angorás são raros no Brasil e em boa parte do mundo.

  • 9. Quais são as cores de pelagem aceitas oficialmente para a raça?
  • Além do branco, a raça também aceita azul, preto, bicolores, tricolores e “escama de tartaruga”.

  • 10. Como cuidar de um gato angorá?
  • É importante oferecer uma alimentação de qualidade, manter o gato dentro de casa para evitar acidentes e seguir o protocolo vacinal recomendado por um médico veterinário.

Dicas interessantes sobre o gato angorá

Algumas curiosidades e sugestões sobre o gato angorá:

  • Os gatos angorás são muito apegados aos seus donos e costumam segui-los por toda a casa;
  • A raça é considerada uma das mais antigas do mundo e deu origem a outros gatos populares, como os persas;
  • O gato angorá foi durante muito tempo considerado um símbolo de sorte e riqueza;
  • A raça é conhecida por ser muito calma e tranquila, ótima opção para famílias com crianças e idosos;
  • O angorá turco não possui subpelo, o que facilita a manutenção de sua pelagem;
  • Os gatos angorás podem chegar aos 18 anos de idade quando bem cuidados;
  • Os exemplares totalmente brancos e olhos azuis podem nascer surdos devido a um gene dos gatos;
  • Para manter a saúde do gato angorá em dia, é importante seguir o protocolo vacinal recomendado por um médico veterinário;
  • A raça é rara no Brasil e em boa parte do mundo, por isso é importante pesquisar bem antes de adquirir um exemplar;
  • Os gatos angorás são muito inteligentes e costumam aprender truques facilmente.

Com todas essas informações, é possível entender um pouco mais sobre a história e as características do gato angorá, uma raça tão antiga e rara no Brasil. Se você está pensando em adquirir um exemplar, lembre-se de buscar um criador responsável e de cuidar bem do seu pet para que ele tenha uma vida longa e saudável ao seu lado.

Esperamos que este post tenha sido útil e informativo para você, e que tenha despertado ainda mais seu amor pelos animais e pela raça angorá. Aproveite para compartilhar essas informações com seus amigos e familiares e ajude a divulgar a importância de cuidar bem de nossos pets. Até a próxima!

Camillo Dantas

Camillo, redator apaixonado, especialista em criar conteúdos envolventes e impactantes para o site. Viaja e estuda incessantemente para produzir textos únicos, inspiradores e precisos.

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up