Petshops boicotam Royal Canin: entenda o motivo e as alternativas para o seu pet

Petshops boicotam Royal Canin: entenda o motivo e as alternativas para o seu pet
índice
  1. Introdução
  2. O que está acontecendo?
  3. O motivo do boicote
  4. Posicionamento da empresa
  5. Alternativas para os consumidores
  6. O impacto no mercado
  7. Por que os preços estão aumentando?
  8. Por que os impostos são tão altos?
  9. Conclusão

Introdução

Olá, queridos leitores! Hoje, vou compartilhar com vocês uma notícia que tem causado polêmica entre os donos de animais de estimação e os petshops: o boicote de alguns estabelecimentos à marca de ração Royal Canin. Como redatora de blog e amante dos pets, vou contar tudo sobre essa situação em primeira pessoa, de forma amigável e pessoal. Então, venha comigo e vamos descobrir juntos os motivos por trás desse boicote e quais as alternativas para os consumidores.

O que está acontecendo?

Há alguns meses, alguns petshops têm colocado cartazes nas prateleiras informando que não estão mais vendendo a ração da marca Royal Canin devido ao alto reajuste de preços. Isso tem gerado uma grande repercussão entre os clientes e também na internet, com protestos e boicotes à empresa.

O motivo do boicote

Segundo os lojistas, a empresa francesa responsável pela marca tem repassado reajustes de até 40% aos petshops, o que eles consideram abusivo. Enquanto outras marcas como Eukanuba, Premier e ProPlan fazem reajustes apenas duas vezes ao ano, a Royal Canin tem aumentado seus preços com mais frequência, o que impacta diretamente no bolso dos consumidores.

Posicionamento da empresa

Em nota, a Royal Canin informou que o reajuste é decorrência do aumento nos preços de matérias-primas e embalagens, e que eles tentaram absorver esse aumento pelo maior tempo possível. Porém, o impacto foi inevitável e eles precisaram repassar parte dos custos aos consumidores.

Alternativas para os consumidores

Com o boicote à marca, muitos consumidores têm buscado outras opções de ração para seus pets. Algumas marcas como Eukanuba e Guabi têm sido citadas como alternativas pelos lojistas e também pelo diretor-presidente do PetLove, empresa especializada em vendas online de produtos para animais de estimação. Porém, é importante ressaltar que cada animal tem suas necessidades nutricionais específicas e é importante consultar um veterinário antes de trocar a ração do seu pet.

O impacto no mercado

Segundo o diretor-presidente do PetLove, o reajuste da Royal Canin mudou o perfil de vendas da empresa, com alguns clientes migrando para outras marcas. Porém, ele afirma que os negócios não foram prejudicados, já que a empresa conseguiu compensar as perdas com a venda de outras marcas. Porém, isso pode não ser o caso para todos os petshops, que podem ter sido mais afetados com a decisão de boicotar a marca.

Por que os preços estão aumentando?

Segundo o vice-presidente executivo do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações), a cadeia de petfood no Brasil está passando por um momento de alta inflação alimentar. Isso significa que os preços das commodities agrícolas, como soja e milho, estão aumentando e isso impacta diretamente no custo de produção das rações para pets. Além disso, a alta incidência de impostos, como ICMS, IPI e PIS/Cofins, também contribui para o aumento dos preços.

Por que os impostos são tão altos?

De acordo com o representante do Sindirações, a carga tributária sobre produtos de petfood no Brasil é de 50%. Nos Estados Unidos, por exemplo, essa carga é de apenas 7%, e na Alemanha, um dos países mais caros da Europa, chega a 18%. Para ele, a diminuição dessa carga poderia resultar em preços mais baixos e, consequentemente, um aumento no número de consumidores, o que traria mais lucro para o governo.

Conclusão

Diante desse cenário, podemos concluir que o boicote dos petshops à marca Royal Canin é uma forma de protesto contra os altos reajustes de preços e a alta carga tributária sobre as rações para pets. Porém, cabe aos consumidores decidir qual a melhor opção para seus animais de estimação, levando em consideração suas necessidades nutricionais e consultando um veterinário. Esperamos que essa situação seja resolvida de forma satisfatória para todas as partes envolvidas e que os pets continuem recebendo a alimentação adequada para sua saúde e bem-estar.

Camillo Dantas

Camillo, redator apaixonado, especialista em criar conteúdos envolventes e impactantes para o site. Viaja e estuda incessantemente para produzir textos únicos, inspiradores e precisos.

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up